Dismenorréia

anatomia-feminina1

Dismenorréia Primária.

É a cólica regular que atinge perto de 50% das mulheres. Não tem causa em outras doenças, por isso é chamada de primária.

Costuma aparecer logo após as primeiras menstruações.

Para se entender o mecanismo da cólica, é preciso entender o que é a menstruação.

A menstruação é a descamação da camada interna do útero, camada essa que foi preparada durante o ciclo menstrual para receber uma Gravidez.

O orgamos feminino, para evitar uma perda excessiva de sangue que acompanha essa descamação, faz com que o útero se contraia.

Quem estimula esse processo é uma substância chamada prostaglandina, que também é responsável pela dor.

Portanto, a dismenorreia primária é uma condição regular do ciclo menstrual de algumas mulheres.

Doenças Femininas

Tratamento da Dismenorreia Primária

O tratamento da dismenorreia primária é à base de anti-inflamatórios não esteroides (AINEs). Esses medicamentos bloqueiam as prostaglandinas e, portanto, bloqueiam a dor.

É muito importante que esses medicamentos sejam tomados logo ao primeiro sinal de menstruação ou dor (o que vier primeiro), para evitar a formação aumentada das prostaglandinas.

Apesar de muito eficazes, alguns grupos de anti-inflamatórios podem atacar o estômago e intestinos, mas já existem grupos desse tipo de medicamento em que esse efeito é minimizado.

No caso da dismenorréia secundária, também os AINEs podem ser utilizados, mas é importante que a causa da cólica seja estabelecida para se fazer o tratamento eficaz.

Uma medicação que também pode ser usada é a pílula anticoncepcional.

Tratamentos alternativos também têm um bom resultado, mas devem ser orientados pelo seu médico.

Mas, lembre-se, como a cólica é uma manifestação regular do orgasmo feminino, não existe doença, não existe cura, portanto, os sintomas melhoram muito somente enquanto a medicação for usada.

Na dismenorreia secundária existe uma causa para a dor. Uma característica é que ela não aparece logo após o início da menstruação, mas geralmente após alguns anos ou após algum fato ou doença orgânica.

Entre as causas mais comuns de dismenorreia secundária estão:

1.    alterações nos ovários;
2.    alterações no útero;
3.    endometriose;
4.    hímen sem orifício para sair a menstruação (hímen imperfurado);
5.    uso de DIU;
6.   miomas;
7.    malformações uterinas;
8.    doença inflamatória pélvica.

É imprescindível a consulta a um(a) médico(a) ginecologista para estabelecer a causa da dor e o tratamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Spam Protection by WP-SpamFree