Ginecologista de Plantão

chat

Leitora diz: Utilizo contraceptivo de forma contínua há dois anos. Fiz uma pausa e estou aguardando a menstruação para começar uma nova cartela. Porém, deixei de tomar o medicamento há duas semanas e ainda não menstruei. O produto ainda está agindo no meu organismo? Quanto tempo após o final de um tratamento contínuo ocorre a menstruação?

Reposta: Ao pausar o tratamento com o contraceptivo oral contínuo é possível que um pequeno sangramento ocorra entre 1 à 7 dias. Chamamos este sangramento de privação, já que ele ocorre em virtude da ausência dos hormônios contidos na pílula. Após o período destes sete dias indicados não há mais proteção contra a gravidez e ao retomar o tratamento após duas semanas de pausa, como citada, é possível que já tenha ocorrido a ovulação. Assim, mesmo tomando o anticoncepcional poderá engravidar. Contraceptivos orais não são medicamentos de “depósito”, ou seja, não ficam armazenados no organismo, por isso sua tomada é diária, portanto, não existe a possibilidade do medicamento ainda estar agindo no seu organismo. Sugerimos que converse com seu médico ginecologista, para determinar a causa da ausência de sua menstruação e excluir a possibilidade de gravidez.

Leitora diz: É normal ter corrimento após uma relação sexual?

Resposta: Durante o período de excitação sexual da mulher e durante o orgasmo ocorre aumento das secreções glandulares do epitélio de revestimento vaginal e cervical (colo do útero). O “líquido branco” corresponde a estas secreções e é uma situação absolutamente normal. Deve ser diferenciado das leucorréias (corrimento), que geralmente tem como característica uma coloração amarelada ou esverdeada, odor fétido e causam irritação vaginal (ardor e/ou prurido).

Leitora diz: Tomo anticoncepcional regularmente e houve uma relação sexual onde a camisinha “estourou”. Com medo de engravidar, usei a “pílula do dia seguinte”. Com o anticoncepcional e a “pílula do dia seguinte”, há possibilidade de gravidez e atraso menstrual?

Resposta: Só o anticoncepcional já é suficiente para a prevenção da gravidez, se for tomado de forma correta. Não é necessário o uso do contraceptivo de emergência neste caso. Caso considere o parceiro como “de risco”, procure o médico para realização de exames para detecção de doenças sexualmente transmissíveis.

3 Resposta para Ginecologista de Plantão

  1. Carolina Castro disse:

    Nossa muito bom….
    adorei, as suas respostas…
    Puxa ha mais de 7 anos que não ao ao ginecologista, pois nunca encontrei alguem com tanta firmesa…

  2. vitória disse:

    Oi. tenho uma filha de 6 meses e dps do parto mestruei 1 mes dps não veio mas e ela parou de amamentar logo em seguida e minha mestruação não veio até hj, oque pode ser?

  3. Nidielli disse:

    Bom dia, já tem alguns dias que estou com uma sensaçao de que está saindo liquido do meu seio esquerdo, mas quando olho nao tem nada, nao dói, nem quando aperto nao sai nada, mas tenho a sensaçao de que aumentou, tomo corretamente anticoncepcional e tenho uma filha de 2 e 5 meses na qual nao amamento mais.

    Aguardo
    agradeço desde já!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Spam Protection by WP-SpamFree