Clamídia

Por que aparece
A bactéria chamada Chlamydia trachomatis passa de uma pessoa a outra durante uma relação sexual. Um bebê pode infeccionar-se durante o parto em razão de infecção no canal vaginal e a doença pode causar infecção nos olhos e pneumonia no recém-nascido.

Diagnóstico
Cerca de 75% das mulheres e 50% dos homens não apresentam sintomas de infecção por clamídia. É por isso que muitas pessoas infectadas permanecem sem tratamento e, com isso, continuam a espalhar a doença. Em mulheres, os sintomas podem ser um corrimento esbranquiçado pela vagina, acompanhado de coceira, e dor na relação sexual. Nos homens pode aparecer uma secreção anormal pelo pênis. Ambos os sexos podem apresentar uma sensação de queimação ao urinar. Como muitas vezes a clamídia é assintomática, o médico irá detectar o risco de ter a doença pelo histórico sexual. A confirmação do diagnóstico se dá pela presença de sintomas, por um exame de urina e do corrimento (ou secreção no homem).

Riscos
É uma infecção contagiosa. Qualquer pessoa infectada deve abster-se de relacionamentos sexuais até a doença ser erradicada. Na mulher, se não tratada, pode causar gravidez tubária, partos prematuros e até levar à infertilidade.

Tratamento
Uma vez diagnosticada a clamídia, o médico receitará antibiótico. O parceiro sexual deve ser tratado também.

Quando procurar o médico
Homens e mulheres sexualmente ativos deveriam visitar o médico com frequência e fazer os exames de rotina, mesmo que não apresentem nenhum sintoma de DST. A suspeita por clamídia deve ser investigada na presença dos sintomas.

Prevenção
Por ser uma doença sexualmente transmissível e de difícil identificação, pratique sempre sexo seguro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Spam Protection by WP-SpamFree