Ginecologista de Plantão

DR.-CHRISTIAN-FERRAZ-580x300

O ginecologista Christian Ferraz, que atende no IAM, Instituto de Assistência à Mulher, localizado na URMEC, em Santo Antonio de Jesus/BA, voltou a participar do programa Acorda Cidade, na Rádio Recôncavo FM, a partir das 7h30, todas as terças-feiras. No quadro desta terça, surgiram vários questionamentos interessantes. Confira:

Ouvinte anônima: Tenho 31 anos de idade e tento engravidar há 2 anos. Pesquiso várias coisas, mas não consigo. Qual seria a melhor tentativa?

Ginecologista: Cada vez mais os casais têm tido dificuldade para engravidar. Estudos mostram que a infertilidade e a dificuldade para engravidar têm crescido nos últimos anos. Alguns fatores já podem ser apontados como causadores desse problema. A opção da mulher de engravidar mais tarde acaba criando dificuldades, porque a reserva da fertilidade feminina tem a idade da mulher. A cada ano que passa, essa semente vai envelhecendo. Um casal que tenta, por exemplo, há mais de 12 meses e não obtém sucesso deve procurar assistência médica. Os fatores ovulatórios e peritoneais são os que mais atrapalham na mulher. Além disso, grandes miomas, principalmente nódulos que estão dentro da cavidade uterina, podem também atrapalhar. No homem, se faz importante o exame de esperma, chamado de espermograma, que identifica o problema e, com o acompanhamento de um urologista ou andrologista, é recomendado o tratamento.

Ouvinte anônima, 50 anos: De uns dias para cá, tenho sentido ardor no “pé da barriga”. O que pode ser?

Ginecologista: A mulher passa por várias fases na sua vida. Por volta dos 50 anos, a maioria vive uma fase de climatério, que antecede a menopausa, e isso interfere muito na vida mulher, inclusive na sua sexualidade. Essa ouvinte pode estar vivendo um pouco dessa fase. A diminuição na produção hormonal dos ovários faz com que a mulher tenha uma diminuição na lubrificação vaginal, que pode dar desconforto na hora da relação sexual. Isso pode traumatizar a mucosa vaginal, ou seja, causar pequenas fissuras e rachaduras que podem dar ardência. A queixa dela deve ser alguma infecção genital ou transtornos da fase climatérica. Procurando um especialista, ela terá bons resultados.

Ouvinte anônimo: Toda vez que tenho relação com minha esposa, ela tem vontade de urinar. Isso é comum?

Ginecologista: Não é uma situação comum. É importante avaliar se a parceira dele não inicia a relação sexual já com a bexiga um pouco acumulada de urina. Por isso, é necessário que a mulher adote medidas de precaução para que a relação seja prazerosa.

Ouvinte anônima: Tenho 29 anos, estou casada há 1 ano e 8 meses, e durante esse tempo a minha menstruação não tem vindo naturalmente. O sr. me indicaria um procedimento?

Ginecologista: A mulher que não usa qualquer medicação para evitar a menstruação e que não menstrua regularmente pode estar com distúrbio hormonal. É alguma condição que está atrapalhando o funcionamento cíclico da menstruação. Nesse caso, ela não pode se acomodar. É necessário fazer investigação e tratamento, porque essas situações podem levar a problemas de fertilidade e metabolismo no futuro e ao aumento do risco cardiovascular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Spam Protection by WP-SpamFree