Em uma semana, cresce o número de casos suspeitos de microcefalia

microcefalia2

Dados recentes do Ministério da Saúde apontam que em uma semana o número de casos suspeitos de microcefalia passou de 1.248 para 1.761, contabilizando um aumento de 41%.

Veja também: Microcefalia: orientações às gestantes

Segundo o levantamento apresentado pela pasta, o estado de Pernambuco continua apresentado o maior número de suspeitas da má-formação, totalizando 804 casos. Em seguida, estão os estados de Paraíba (316), Bahia (180), Rio Grande do Norte (106), Sergipe (96), Alagoas (81), Ceará (40), Maranhão (37), Piauí (36), Tocantins (29), Rio de Janeiro (23), Mato Grosso do Sul (9), Goiás (3) e Distrito Federal (1).

Novos parâmetros

No dia 4 de dezembro, o Ministério da Saúde mudou o critério para definição de microcefalia. Até então, o órgão considerava casos suspeitos aqueles em que as crianças nasciam com o perímetro cefálico (circunferência da cabeça) igual ou menor a 33 cm. De acordo com o novo parâmetro, só serão diagnosticados com microcefalia os bebês cuja circunferência da cabeça tenha 32 cm ou menos, o que na prática deve diminuir o número de crianças consideradas suspeitas de apresentar a má-formação.

Mortes por microcefalia
A pasta investiga a morte de 19 crianças com suspeita de microcefalia, no período do início do ano até o dia 5 de dezembro, e sua relação com o zika vírus. Os casos aconteceram em oito estados: Rio Grande do Norte (7), Sergipe (4), Rio de Janeiro (2), Bahia (2), Maranhão (1), Ceará (1), Paraíba (1) e Piauí (1).

O Ministério da Saúde, com o apoio de órgãos federais, estaduais e municipais, adotou medidas de controle do mosquito Aedes aegypti, transmissor do zika vírus, e de atendimento dos casos suspeitos de microcefalia.

Fonte: Dr. Dráuzio Varella.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Spam Protection by WP-SpamFree