INFERTILIDADE

infertilidade

Casal Infértil

O casal infértil é aquele que, com mais de um ano de relações sexuais desprotegidas (sem uso de método anticoncepcional) e freqüentes, não conseguiu engravidar.

Incidência

Dez a 20% da população de casais tem problemas para procriar. A incidência de infertilidade é diretamente proporcional a idade da mulher. No Brasil existem cerca de 15 milhões de casais inférteis.

Grau

A infertilidade pode ser primária ou secundária:

Infertilidade Primária:
O casal nunca engravidou antes.
Infertilidade Secundária:
O casal já teve uma gestação anterior.

Causas

A infertilidade pode ser devido a:

Causa feminina (aproximadamente 30%)
Causa masculina (aproximadamente 30%)
Causa mista – masculina e feminina (aproximadamente 30%)
Infertilidade sem causa aparente (aproximadamente 10%)

Infertilidade Feminina

Causa ovulatória:
Quando não ocorre a ovulação. Nesses casos, geralmente o ciclo é irregular. A anovulação (ausência de ovulação) pode ser de causa central ou periférica.
Causa Tubária:
Quando as trompas têm funcionamento inadequado ou estão obstruídas. Pode ser secundária à infecção pélvica, após cirurgias na pelve ou endometriose.
Causas uterinas:
Alterações anatômicas do útero como septos, miomas, pólipos endometriais, infecções uterinas.

Investigação dos Fatores Femininos

Fator Ovulatório

Regularidade do ciclo menstrual
Dosagem de progesterona na 2ª fase do ciclo
Biópsia de Endométrio
Pode haver indicação de outros exames hormonais

Fator Tubáreo e peritoneal

Histerossalpingografia (Rx contrastado da cavidade uterina e trompas)
Histerossonosalpingografia (Avaliação da permeabilidade tubária por método ultrassonográfico)
Videolaparoscopia

Fator Uterino

Histerossalpingografia
Histeroscopia (visualização da cavidade uterina)

Infertilidade Masculina

Avaliação

História de gestações anteriores
Consulta com urologista
Espermocitograma

Valores normais do espermograma segundo os critérios da Organização Mundial da Saúde

Volume: 1,5 – 6 ml
ph: 7 – 8
Concentração: > 20 milhõe/ml
Motilidade: > 50%(a + b) > 25% (a)
Morfologia: > 30% normais
Vitalidade: > 50%
Leucócitos: 1milhão/ml

Infertilidade Sem Causa Aparente

Sempre que os ciclos forem ovulatórios, o espermograma normal e as trompas tiverem função adequada, estaremos frente ao diagnóstico de Infertilidade Sem Causa Aparente.

Tratamentos

Os tratamentos são dirigidos à causa da infertilidade. Seu médico, após a investigação poderá lhe orientar sobre as diversas possibilidades terapêuticas.

Fatores Prognósticos nos Tratamentos para Infertilidade

Idade da mulher:
Provavelmente é o fator prognóstico mais importante para o sucesso dos tratamentos. Mulheres após os 40 anos apresentam diminuição significativa da fertilidade.
Tempo de infertilidade:
O prognóstico é melhor quando existe menos de 3 anos de infertilidade, principalmente naqueles casais com infertilidade sem causa aparente.
Infertilidade secundária:
São casos considerados de melhor prognóstico quando o casal já tem filhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Spam Protection by WP-SpamFree