Diagnóstico e tratamento de miomas

moima-uterino

Grande parte dos miomas é descoberta durante o exame de rotina, pois na maioria dos casos, eles não incomodam a mulher. Mais uma boa razão para ir regularmente ao ginecologista. A necessidade de tratamento do problema está relacionada com a presença de sintomas e a escolha da melhor opção deve ser feita em conjunto com o médico. Mas é preciso atenção, pois quanto mais tempo se leva para diagnosticá-los e tratá-los, mais os casos se complicam.

Mesmo que o ginecologista tenha percebido o aumento do útero da mulher – sintoma que indica a presença de mioma – o diagnóstico só poderá ser confirmado pela realização da ultrassonografia abdominal, que é um exame simples e indolor. Tal técnica possibilita que o médico determine o tamanho, a forma e a textura do útero.

Existem várias maneiras de se tratar os miomas. Geralmente, a primeira opção do médico costuma ser a medicamentosa: remédios à base de hormônios para combater as hemorragias uterinas, ou de substâncias que promovem reduções temporárias no tamanho dos miomas. Caso esses mecanismos não surtam o efeito desejado, a outra opção são os procedimentos cirúrgicos.

Hoje já existem alternativas bem menos agressivas que a retirada do útero (histerectomia), mas em alguns casos, quando os miomas se desenvolvem demais, pode ser a única opção. A miomectomia, extirpa apenas os miomas e conserva o útero. Ela pode ser realizada por meio de três técnicas: por laparotomia, laparoscopia e videohisteroscopia.

Na laparotomia, é feito um corte transversal no abdômen e, em seguida, no útero, para a retirada do mioma. Essa foi a única opção durante muitos anos, até surgirem as novas técnicas de videoendoscopia. Quando feita por laparoscopia, a miomectomia consiste em pequenas incisões na parede abdominal e costuma ser recomendada para miomas em pequena quantidade e tamanho, em geral intramurais, subserosos, ou pediculados. Já a videohisteroscopia é indicada exclusivamente para os miomas inseridos na cavidade uterina, ou seja, submucosos. Ela é feita com a utilização do vídeohisteroscópio, utensílio de 3mm de diâmetro, que é introduzido através da vagina e do colo uterino até o útero, permitindo a análise dessa área e a excisão do mioma submucoso.

Uma resposta para Diagnóstico e tratamento de miomas

  1. fabiola disse:

    Olá, Dr.
    Vou fazer histerc tota. Tenho 41 anos e faço musculação. Quanto tempo após a cirurgia devo esperar para voltar a fazer musculação. Posso fazer outro tipo de atividade física enquanto aguardo? Qual?
    Muito obrigada.
    Aguardo ansiosa por sua resposta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Spam Protection by WP-SpamFree